quarta-feira, 17 de maio de 2017

Relembrando o, "Ser" Cigano.



Neste mês, vários (nem todos) os ciganos no mundo, celebram Santa Sarah Kali, e vale a pena relembrar um texto que escrevi em 2014 sobre o assunto.
Este é um texto de opinião pessoal e também de alguns esclarecimentos.

"Há algumas semanas uma pessoa do meu circulo de amizade me perguntou: "Luk, porque você nem sempre diz ter ancestralidade cigana? Já lhe conheço há tempos e já te vi envolvido em meios da wicca, você foi iniciado no candomblé, você já trabalhou com as runas, é envolvido na Arte Egípcia. Porque só agora resolveu se expor dessa forma? É por causa do modismo atual?"
A princípio, confesso que me chocou o questionamento. Mas ao mesmo tempo percebi que faltava esclarecimento por parte dessa minha amiga.
Claro que existe, e não é de agora, um 'modismo' que envolve os encantos da cultura cigana; mas o foco é, e sempre foi ao folclore lindo que envolve esse povo. Hoje este folclore se mesclou com diversas sendas religiosas e se deu origem ao misticismo envolvendo nosso povo.
Realmente, por muitos anos escondi minha etnia, mas tive meus motivos pessoais. Há 4 anos, com o falecimento de meu pai, me senti na 'obrigação' de não mais me esconder e expor-me.
Eu estava muito ocupado com alguns trabalhos, mas hoje resolvi escrever esse tópico para esclarecer alguns pontos. Então vamos lá!

1- Cigano é etnia e não religião! Qualquer cigano pode e tem o livre arbítrio de escolher a melhor religião que lhe convêm. 
2- Nem todos tem orgulho de se expor por esta etnia, afinal de contas, muitos foram marginalizados e caracterizados como 'bandidos', 'enganadores', 'ladrões', etc... e ainda hoje existe esta estigma.
3- Por ser etnia, existem várias origens de ciganos. Aqui no Brasil temos em sua maioria os de origem européia (por conta da colonização). Mas há ciganos de origem africana, asiática, russa, indu, etc. 
4- Nem todos ciganos cultuam Santa Sarah como padroeira!
5- A bandeira em forma de roda em verde, azul e vermelho é um símbolo político/cultural, não religioso! Lembrando que a ONU reconheceu o 'povo cigano' como uma nação sem pátria e toda nação precisa de sua bandeira.
6- Saias rodadas e o famoso colorido, não generaliza o povo cigano! Isso é um símbolo cultural de ciganos de origem européia que vêm de famílias circenses e se tornou um ícone folclórico de nosso povo. Portanto não se assustem em ver ciganos usando vestimentas contemporâneas e monocromáticas.
7- Ritos e 'espiritualidade' do nosso povo diferem de uma família para outra, e muito!
8- A famosa língua romani é sonora e não escrita. E nem todas as famílias se utilizam dela. Existem famílias sarracenas que se comunicam através de símbolos. O romani tem origem européia. Existe um movimento hoje em dia tentando registrar gramaticamente o romani.
9- A linhagem étnica cigana, em geral, é transmitida pelo masculino. Mas as mulheres tem um papel importantíssimo dentro das famílias.
10- O Ouro, associado a prosperidade do povo cigano é mito. O Ouro foi símbolo de sobrevivência! E não de ostentação e beleza. Quando se carregava muito ouro no corpo ( pulseiras, colares, dentes, etc.) era a forma mais prática de fugir - com o que tinha no corpo, e recomeçar.

Exitem muitas outras coisas a serem esclarecidas. Mas a princípio
estes tópicos já bastam para dar uma noção do que foi ou é um SER cigano." (texto de 2014 re-postado)

Nenhum comentário:

Postar um comentário